segunda-feira, 17 de abril de 2017

Pesquisadora cria a 'Umbuzada em Pó' que possibilita consumo do fruto durante todo ano no Sertão de PE


A umbuzada é um alimento muito apreciado no nordeste brasileiro e a safra do umbu é bem curta e está cada vez mais escassa com a seca. Uma pesquisadora de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, criou a umbuzada em pó, para que o consumo da fruta possa ser feito em todas épocas do ano . A ideia já está sendo patenteada e deve ser lançada no mercado.
A professora do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF sertão-PE), Emanoela Monteiro, produziu a umbuzada em pó e aposta deu certo. "O intuito era fazer justamente que essa umbuzada, que é um produto muito apreciado pelo nordestino, pudesse ser consumido durante todo o ano, já que o umbu tem um período curto. A safra dele é mais ou menos de três meses. Aquelas pessoas que são apaixonadas por umbuzadas tendo a umbuzada em pó, ela pode consumir em pó durante todo o ano".
No laboratório experimental de alimentos é feito todo o processo de fabricação da umbuzada em pó. O primeiro passo é pesar o fruto. Em seguida, o umbu vai para uma máquina para fazer a lavagem e depois seguir para o cozimento. Após, o umbu vai para a despolpadeira. Após pronta a polpa, basta colocar para secar.
A última etapa de produção é colocar a polpa seca em um triturador e depois em uma peneira e finalmente fica pronta a polpa de umbuzada em pó. "A partir de agora basta acrescentar água bater no liquidificador e se deliciar", explica Emanuela.
Segundo a pesquisadora, ela vai patentear o produto e lançar no mercado consumidor. "Já está na fase onde alguma empresa que se interesse pela tecnologia, a gente vai entrar em uma negociação e a partir daí essa umbuzada em pó ela pode ser comercializada, distribuída para o Brasil e quem sabe, para o mundo", ressalta.


Fonte: (G1 Petrolina)
Da Redação do Blog Paulo Benjeri
PUBLICIDADE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um comentário

Todos os direitos reservados Blog Paulo Benjeri © Copyright 2013-2017

Veja também.