quarta-feira, 24 de maio de 2017

Protestos pedindo saída de Temer causam destruição em Brasília


Tentativa de invasão de ministérios, esvaziamento de órgãos e embate com a polícia marcam o dia de atos batizados por movimentos populares, sociais, integrantes e simpatizantes de partidos de esquerda como ‘Ocupa Brasília’, que acontece na capital federal nesta quarta, 24. Os manifestantes querem a renúncia do presidente Michel Temer (PMDB) e que sejam feitas novas eleições para a escolha do presidente da República. Lutam também para que sejam paralisadas todas as tramitações das reformas trabalhista e previdenciária.
A confusão começou quando manifestantes que estavam próximos à Alameda das Bandeiras, em frente ao gramado do Congresso Nacional, derrubaram grades que isolavam o local. A polícia então respondeu lançando bombas de efeito moral e gás de pimenta no grupo. Em seguida, os participantes do protesto passaram a lançar pedaços de madeira, pedras, garrafas e outros objetos contra a polícia. Eles também gritam palavras de ordem contra a PM.
Houve uma tentiva de invasão à sede do Ministério da Fazenda. Alguns vidros foram quebrados e o prédio precisou ser esvaziado. Contudo, a Força Nacional agiu antes que os manifestantes conseguissem entrar no local. O deputado Givaldo Carimbão (PHS-AL), que participa do ato, definiu a confusão como “lamentável” e pediu que os manifestantes reagissem dizendo ‘Fora, Temer’. “Estou aqui solidário aos trabalhadores que vieram dizer que o presidente da República não tem mais condições de governar o Brasil“, afirmou.
Outro deputado, Vicente Paulo da Silva, conhecido como Vicentinho (PT-SP), afirmou que já participou de outras marchas e que os trabalhadores “nunca foram tratados assim”. “A sociedade está acompanhando, está vendo e vamos estar juntos até o fim“, disse. (Com informações do Diário de Pernambuco/foto reprodução).


Fonte: (Diário de Pernambuco)
Da Redação do Blog Paulo Benjeri
PUBLICIDADE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um comentário

Todos os direitos reservados Blog Paulo Benjeri © Copyright 2013-2017

Veja também.